Sistematização da Assistência de Enfermagem uma Invenção Brasileira?

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Corriqueiramente na prática, ensino e pesquisa tem-se o emprego da Sistematização da Assistência de Enfermagem como se referindo ao Processo de Enfermagem. Como no exemplo “aqui no hospital não temos a SAE”, isso implicaria dizer que, conforme definido pela resolução COFEN 358 de 2009, não teria organização do “trabalho profissional quanto ao método, pessoal e instrumentos, tornando possível a operacionalização do processo de enfermagem”, mas na verdade o que se quer dizer por traz disso seria “não temos implantado todas as fases do processo de enfermagem ou ainda não adotamos os sistemas de linguagem padronizadas – taxonomias”. A confusão conceitual sobre o que seria SAE, Processo de Enfermagem e Taxonomias, e quando cada uma será empregada, ainda causas dúvidas seminais em profissionais experientes, e ainda limitam o avanço da profissão na prática clínica.

LEIA EDITORIAL COMPLETO